Você está aqui:

Assalto a banco na Taquara, Rio, acaba em tiroteio na porta da agência

17/08/2015

Assalto a banco na Taquara, Rio, acaba em tiroteio na porta da agência

Agência da Caixa Econômica Federal fica localizada na Praça Jauru.
Dois carros e um ônibus foram atingidos por tiros, mas ninguém ficou ferido.

Uma agência da Caixa Econômica Federal, localizada na Praça Jauru, na Taquara, Zona Oeste do Rio, sofreu uma tentativa de assalto na tarde desta terça-feira (30). De acordo com a polícia, houve troca de tiros e dois suspeitos foram presos. Ninguém ficou ferido.

Segundo a polícia, seis criminosos participaram da ação. Um primeiro rendeu um dos vigilantes da agência, permitindo a entrada dos outros cinco. Uma funcionária foi obrigada a abrir o cofre.

Policial faz perícia na agência que sofreu a tentativa de assalto (Foto: Daniel Silveira/G1)
Policial faz perícia na agência que sofreu a tentativa
de assalto (Foto: Daniel Silveira/G1)

Na fuga, os assaltantes foram surpreendidos por policiais militares. Houve troca de tiros na porta da agência. Dois carros e um ônibus foram atingidos por tiros. Segundo o condutor do ônibus atingido, que fazia a linha 889ª Sulacap-Taquara, o coletivo passava pela Estrada do Tindiba quando começou o tiroteio entre assaltantes e policiais.

"Foi de repente. A primeira coisa que eu fiz foi puxar o freio de mão e pedir pra todo mundo se deitar", contou o motorista João da Silva Pinheiro, de 55 anos, que há 17 anos trabalha como motorista de ônibus e disse nunca ter vivido situação semelhante.

Quatro assaltantes conseguiram escapar. Um foi preso com uma bolsa cheia de dinheiro.
Alex Sandro Melo Cruz estava com uma pistola e foi pego a dois quarteirões do banco.

Um carro teve o pára-brisa destruído por um tiro (Foto: Daniel Silveira/G1)

O Bope foi chamado e entrou na agência. Todo mundo foi obrigado a deitar no chão. Como havia a suspeita de que dois ladrões estivessem entre os clientes, todos foram levados num ônibus pra sede da Polícia Federal, na Região Portuária.

Um vídeo feito por policiais mostrou o momento em que o Bope vistoriava a agência, com clientes e funcionários deitados no chão. Confira abaixo.

Por causa da operação policial, a Estrada do Tindiba foi interditada nos dois sentidos entre a Praça Jauru e a Rua Caviana. Segundo o Centro de Operações da Prefeitura, o bloqueio no tráfego, que durou cerca de quatro horas, gerou reflexos em toda a região.

Ao todo, 27 clientes, funcionários e vigilantes foram conduzidos pela PF. Após levantar a ficha de todas as pessoas, a polícia descartou que tivesse algum bandido entre os clientes e todos foram liberados.